Michael Jackson FOREVER
Seja bem vindo!

Cure o Mundo e faça dele um lugar melhor :)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

17092010

Mensagem 

Cure o Mundo e faça dele um lugar melhor :)





As borboletas fazem parte de um imenso grupo de insetos chamado Lepidópteros que possui mais de 250.000 espécies diferentes.

Dentre eles, cerca de 18.000 são borboletas.
Elas apresentam-se em uma grande diversidade de cores, tamanhos e formato.
São ativas durante o dia e existem em praticamente todo o mundo, desde lugares compostos pela gélida vegetação tundra até as florestas tropicais.
Para protegerem-se, os frágeis insetos desenvolveram técnicas distintas.
Algumas apresentam cores semelhantes ao ambiente em que vivem e confundem-se com ele.
Outras, de espécie venenosa, desenvolveram coloração gritante para que os predadores, depois de saborear uma, lembre-se da amarga experiência e não o façam novamente.
Há ainda um terceiro grupo que não apresenta veneno, mas se "veste" como uma delas.
Assim, faz com que os inimigos a temam, sem desconfiar do banquete que estão perdendo.

Conheça "a comunicação entre o cão e o homem, e os sentidos dos cães"



Quando os cães se encontram podem brincar, brigar ou então se ignorar completamente, não tomando conhecimento da presença um do outro. Eles, no entanto, podem se cheirar, levantar as orelhas, balançar a cauda ou latir. Além disso, os cães também “falam” ou se comunicam, mas por meio de um “código” composto por cheiros ou odores específicos, sinais e percepções. Esses animais dispõem de uma verdadeira linguagem de mensagens que faz com que eles se entendam e consigam se expressar de uma maneira bastante eficiente para as suas necessidades. Nessa comunicação eles utilizam todos os sentidos: visão, audição, olfato, tato e paladar. A comunicação entre os cães é vital para a sobrevivência desse animal, tendo em vista que são animais sociais, acostumados a viver em matilhas desde a antiguidade.

Linguagem dos cães e a comunicação com o homem

A linguagem dos cães não é difícil de ser compreendida e, na verdade, é bastante simples. No contato com as pessoas, eles utilizam todos os recursos disponíveis para se comunicarem e, para “facilitar” o entendimento dessa linguagem. Fornecemos a seguir a explicação de uma série de sons, gestos, expressões e atitudes dos cães e o que podem significar na sua linguagem:

- Cabeça e orelhas viradas para uma determinada direção: significa que o cão escutou algum barulho e quer localiza-lo e identifica-lo;

- Cauda balançando para os lados: se ela estiver na posição normal, significa alegria;

- Cauda levantada: o cão está pronto para a briga com outro cão;

- Cauda levantada e balançando: quer dizer alegria e segurança;

- Cauda baixa: insegurança;

- Cauda parada: inquietude;

- Cauda entre as pernas: medo;

- Cauda entre as pernas: o cão está precisando de alguma ajuda, porque está “apertado” para fazer as suas necessidades;

- Cheirar o rabo de outro cão: é uma forma de conhecer outro cão e de o cumprimentar, além de o identificar pelo seu cheiro pessoal, produzido pela sua glândula anal, uma verdadeira “carteira de identidade”;

- Dar voltas e girar no mesmo lugar, antes de se deitar e, às vezes, arranhando o local (terra, tapetes, etc.), com as unhas: é um hábito adquirido dos seus antepassados selvagens que, assim, preparavam a sua “cama” para dormir e que, para isso precisavam amassar o capim e preparar o local para se deitar;

- Deitar de costas, com a barriga para cima: os cães agem assim quando: 1 – estão muito alegres e querem brincar “dizendo”, com isso, como estão felizes com a brincadeira; 2 – quando se sentem ameaçados, portando-se como seus antepassados selvagens, deitando-se de barriga para cima, para mostrar a cor clara do seu ventre, em sinal de submissão; 3 – quando brigam e perdem, tomam essa posição, “se entregando”, indicando que não querem mais brigar;

- Destruir os objetos que encontram: é uma forma de demonstrarem que estão se sentindo sós, abandonados, desprezados e estão se vingando. Nos filhotes isso é normal e eles o fazem para brincar. Basta “zangar” com eles para que parem com esse comportamento;

- Enterrando e escondendo objetos ou “coisas”: é um costume herdado dos seus antepassados, que precisavam esconder, enterrando a comida que sobrava, para garantir a próxima refeição, caso não conseguissem caçar uma nova presa;

- Ficar se esfregando no dono, principalmente na sua perna : significa que o cão que ser acariciado;

- Dar “cutucadas” com o focinho: é a maneira de chamar a atenção da pessoa que está perto dele para, geralmente, pedir alguma coisa;

- Lambidinha: é a maior prova de afeto que um cão, de qualquer idade, pode dar a uma pessoa, lambendo-lhe o rosto e as mãos;

- Latir sem parar: significa que o cão está disposto a atacar algum intruso, homem ou animal, para defender o seu “território”, seus pertences, sua comida, sua fêmea, seu dono ou outra pessoa de sua família. Nesse caso, mostra os dentes, fica com a cara e o focinho franzidos e as orelhas para traz, mostrando que está pronto para atacar.

Existe uma infinidade de sinais característicos da linguagem dos cães que poderíamos citar, mas, além disso, cada cão apresenta elementos muito específicos e pessoais de comunicação. Esses elementos são um “código” pessoal entre o cão e seu dono, um código que acaba sendo criado com os anos de convivência.


Os sentidos do cão

Olfato


É o principal sentido dos cães. É superior ao olfato de todos os outros animais.. As ramificações dos nervos olfativos na cavidade nasal ocupam 160 centímetros quadrados e no homem ocupam 5 centímetros quadrados. As células olfativas, no homem, são em número de 5 milhões. Em um pastor alemão, por exemplo, são 220 milhões.
O cão é, essencialmente, um farejador.
O nariz do cão tem um grande número de fendas, diferentes de cão para cão e permanentes, como as impressões do dedo de um homem. Por essa razão, ele pode ser usado para a identificação do animal.

Visão

É diferente da visão humana. É mais sensível à luz e ao movimento que a nossa, portanto, têm maior facilidade de localizar algo que se move no escuro. Mas a resolução de sua visão é muito inferior à nossa. Têm menos capacidade de focar e enxergam menos cores do que nós.
Têm dificuldade em ver a cor vermelha. Têm mais facilidade para ver o amarelo. Enxergam em 3 dimensões como nós.

Significado dos olhares :

1. fitar diretamente nos olhos – relação de entendimento e segurança.
2. nunca fita os olhos – não conseguimos entender sua linguagem.
3. Desloca continuamente o olhar – insegurança, temor.
4. Olhar fixo e atitude ameaçadora – pronto para atacar.

Audição


Também é muito desenvolvida. A audição dos cães é mais desenvolvida que a do homem. Eles ouvem sons de alta freqüência e baixo volume que, o ouvido humano não percebe.
Através de suas orelhas direcionáveis, são capazes de localizar com precisão a direção e origem do som em apenas 6 centésimos de segundo. Ouvem um som a uma distância 4 vezes maior do que nós.
Captam sons com freqüência maior e menor que o ouvido humano.

Paladar

Sentido pouco desenvolvido. O homem possui cerca de 9 mil papilas gustativas , enquanto o cão possui apenas mil e setecentas.
O sabor, para os cães, está completamente ligado ao odor.
A arcada do cão é composta de 42 dentes, fortes e resistentes que, podem triturar ossos.

Tato

Pouco desenvolvido, porém, importante na relação afetiva com outros animais e também com os humanos. É, provavelmente, o primeiro sentido a funcionar em um filhote, junto com o olfato.

Percepção extra-sensorial (PES)

É aquela que ocorre, independentemente, da visão, da audição ou de outros processos sensoriais. Há uma relação efetiva entre cão e cão, cão e homem e cão e caça. A PES é contínua.


Fonte: Dr. Márcio Infante Vieira/Petfeliz

Pombo adota ninhada de coelhos!

Estas são fotos maravilhosas, eu mal posso acreditar que um pássaro poderia fazer isso.


Estes coelhinhos, com cerca de 6 dias de idade, foram atacados por um cão e ficaram órfãos. Dois da ninhada de cinco não sobreviveram, e estes três não estavam passando muito bem.



Noé é um pombo-correio-legged / rock pomba que está no centro de reabilitação. Noé continuou indo até a gaiola dos coelhos e olhando e mesmo dormindo na frente da porta da gaiola.



Então, de repente, havia apenas dois coelhos na gaiola. Mas quando Noé mudou um pouco da frente da gaiola para surpresa de todos ... .. lá estava o coelhinho minúsculo sob a asa de Noé .... dormindo! Coelhinho que há pouco havia rastreado através da gaiola, preferindo uma penas, sem dúvida para se aconchegar!



Agora, eles estão todos juntos e os coelhos estão indo muito bem. Quando tentam fugir debaixo das penas de Noé, ele cuidadosamente estende suas asas para fora para cercá-los e então aconchegar .. Quando um deles se move e eles começam saindo aqui e ali, ele gentilmente empurra-os de volta para debaixo dele com o bico! É bonito e surpreendente ver ....

Atitudes dos animais que muito nos surpreendem!!!





Fonte: Petfeliz





Esse é o mundo dos animais :))

Cure o Mundo

_________________
avatar
Danyana
Membro Dangerous
Membro Dangerous

Localização : Florianópolis

http://dannyyana.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

- Tópicos similares
Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum